Reserve agora

Guerra do Vietnã

Saiba como se deu a Guerra do Vietnã!

A Guerra do Vietnã foi um conflito armado que aconteceu entre 1955 e 1975 no Vietnã. O conflito envolveu o Vietnã do Norte, apoiado pela União Soviética e pela China, e o Vietnã do Sul, apoiado pelos Estados Unidos. Em primeiro lugar, é importante pontuar que a guerra foi um conflito ideológico entre o comunismo e o capitalismo, e também foi um reflexo da Guerra Fria.

A guerra começou em 1954, após a Conferência de Genebra, que dividiu o Vietnã em duas partes: o Vietnã do Norte, comunista, e o Vietnã do Sul, capitalista. O Vietnã do Norte, liderado por Ho Chi Minh, queria reunificar o país sob o regime comunista. O Vietnã do Sul, liderado por Ngo Dinh Diem, queria manter a independência do país.

Os Estados Unidos entraram na guerra em 1965, para apoiar o Vietnã do Sul. Os Estados Unidos enviaram mais de 500.000 soldados para o Vietnã, e a guerra se tornou uma das mais longas e sangrentas da história dos Estados Unidos.

A guerra terminou em 1975, com a vitória do Vietnã do Norte. Por fim, o Vietnã foi reunificado sob o regime comunista. A guerra deixou mais de 3 milhões de mortos, a maioria civis. Foi uma guerra devastadora que teve um impacto profundo na história do Vietnã e do mundo.

Contexto

Em primeiro lugar, sabe-se que a Guerra do Vietnã foi um conflito complexo que teve suas raízes na história do Vietnã. O Vietnã foi uma colônia francesa por mais de 80 anos. Porém, em 1945, o Vietnã declarou sua independência da França. No entanto, a França não aceitou a independência do Vietnã e enviou tropas para o país. A guerra entre a França e o Vietnã durou até 1954, quando a França foi derrotada na Batalha de Dien Bien Phu.

Após a derrota da França, o Vietnã foi dividido em duas partes: o Vietnã do Norte, comunista, e o Vietnã do Sul, capitalista. A divisão do Vietnã foi um resultado da Conferência de Genebra, que foi realizada em 1954. A Conferência de Genebra estabeleceu um acordo de paz para o Vietnã, que incluía a divisão do país em duas partes.

A Guerra

O Vietnã do Norte queria reunificar o país sob o regime comunista. O Vietnã do Sul, por outro lado, queria manter a independência do país. A diferença ideológica entre os dois governos levou à guerra.

O Vietnã do Norte começou a enviar tropas para o Vietnã do Sul em 1959. Os Estados Unidos, que temiam a expansão do comunismo na Ásia, começaram a fornecer ajuda militar ao Vietnã do Sul em 1961. A guerra se intensificou em 1965, quando os Estados Unidos enviaram tropas para o Vietnã. Os Estados Unidos usaram uma grande variedade de armas e táticas na guerra, incluindo bombardeios, tropas terrestres e forças especiais.

O Vietnã do Norte e o Vietnã do Sul lutaram uma guerra de guerrilha contra os Estados Unidos. Os guerrilheiros vietnamitas eram muito bons em se esconder e se mover rapidamente. Os Estados Unidos tiveram dificuldade em derrotá-los. A guerra foi muito cara para os Estados Unidos. Os Estados Unidos gastaram mais de US$1 trilhão na guerra, e mais de 58.000 soldados americanos foram mortos.

Fim da Guerra

Por fim, a guerra terminou em 1975, com a vitória do Vietnã do Norte. As forças do Vietnã do Norte conquistaram Saigon, a capital do Vietnã do Sul. O Vietnã foi reunificado sob o regime comunista.

Consequências

A Guerra do Vietnã teve uma série de consequências, como por exemplo podemos citar:

  • A divisão do Vietnã em duas partes: o Vietnã do Norte, comunista, e o Vietnã do Sul, capitalista.
  • A derrota dos Estados Unidos na guerra, que marcou o fim da era da hegemonia americana no mundo.
  • O fortalecimento do comunismo na Ásia, que levou à criação do Vietnã comunista, do Laos comunista e do Camboja comunista.
  • O aumento do antiamericanismo no mundo, assim, levando a uma série de protestos contra a guerra.

E então, curtiu o conteúdo? Para mais conteúdos como este, acesse WeStudy, uma rede social física!