Reserve agora

Política do Café com Leite

Relembre o que foi a Política do Café com Leite

A Política do Café com Leite foi um acordo político entre as duas principais oligarquias regionais do Brasil da República Velha: São Paulo e Minas Gerais. Esse acordo consistia na alternância de poder entre os presidentes desses dois estados, garantindo assim a hegemonia dessas oligarquias sobre o governo federal.

Em primeiro lugar, vamos entender sua origem?

A origem remonta ao final do século XIX, quando o Brasil estava se industrializando e a economia cafeeira começava a perder força. Nesse contexto, as oligarquias de São Paulo e Minas Gerais temiam perder o poder e influência que tinham sobre o governo federal.

Para evitar isso, as duas oligarquias chegaram a um acordo em que se revezariam na presidência da República. Esse acordo foi formalizado em 1898, com a eleição de Campos Sales, um paulista, para a presidência.

A Política do Café com Leite durou até 1930, quando foi derrubada pela Revolução de 1930. Nesse período, o Brasil passou por 13 presidentes, sendo 9 paulistas e 4 mineiros.

Os principais objetivos da Política do Café com Leite eram:

  • Garantir a hegemonia das oligarquias de São Paulo e Minas Gerais sobre o governo federal;
  • Evitar conflitos entre essas oligarquias;
  • Preservar a ordem social e política do Brasil.

A Política do Café com Leite teve um impacto significativo na história do Brasil. Por fim, ela garantiu a estabilidade política do país durante a República Velha, mas também contribuiu para o atraso do desenvolvimento econômico e social do Brasil.

E então, curtiu o conteúdo? Para mais conteúdos como este, acesse WeStudy, uma rede social física!